30 de março de 2011

Tenor italiano agradece sua mãe por não tê-lo abortado



Tradução livre

Então, nesta ocasião eu quero contar-lhes uma pequena história. Assim ela começa: 

Uma jovem e grávida esposa foi hospitalizada por um simples ataque de apendicite. O médico teve que aplicar um pouco de gelo em seu estômago e quando terminou o tratamento, o médico sugeriu que ela abortasse a criança. Eles lhe disseram que esta era a melhor solução, porque a criança poderia nascer defeituosa, mas a brava e jovem esposa, decide não abortar e a criança nasceu. 

A mulher era minha mãe, e a criança sou eu. Posso até ser um pouco interesseiro, mas eu posso dizer que foi uma escolha certa.

Espero que isto possa encorajar muitas mães que alguma vez se encontrem em situações difíceis, em momentos em que sua vida corre riscos, mas queiram salvar a vida dos seus bebês. 

Para me despedir eu cantarei uma canção que meus filhos gostam e espero que vocês também gostem como eles gostaram e isto eu gravei em meu último álbum. A canção é bela porque é uma canção alegre e que expressa felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário