15 de maio de 2011

O que é ser um Tíbio?

A tibieza consiste em uma languidez, negligência, desdém e fastio no desempenho da oração e demais obras e exercícios espirituais, retardando-os ou omitindo-os com facilidade. Os sinais por onde cada um poderá discernir se caiu, ou está em perigo de cair, em tão lamentável estado, são:
1º. O tíbio comumente combate a obrigação de tender à perfeição, dizendo que basta o cumprimento da Lei.
2º. Vive habituado aos pecados veniais sem vontade eficaz de emendar-se.
3º. Confessa-se por rotina, sem dor nem emenda.
4º. Faz boas obras por vaidade, que é a causa de seus atos e obras de zelo.
5º. Não quer receber conselhos nem correções.
6º. Tende sempre a rebaixar os demais, aproveitando qualquer ocasião ou pretexto para murmurar ou criticá-los.
7º. É loquaz e louvador de seus atos, não tendo por amigos senão os que fomentam e elogiam suas obras, seus projetos e seus trabalhos.
8º. Escolhe e busca sempre para si os atos e lugares de distinção e aptos para ser visto, para chamar a atenção e ser objeto de louvores, o que é, ademais, orgulho reprovável.
9º. Para as ocupações, trabalhos e ofícios humildes, penosos e obscuros, finge desculpas, como falta de saúde, de tempo, etc…
10º. Sendo inobservante, se tem por muito edificante, e é freqüente acusador dos demais.
11º. É amigo de distinções, comodidades, dispensas, de que o tenham em alto conceito e de que em tudo se cumpra sua vontade. É muito propenso a ira e ao amor sensual, buscando sempre ocasiões de fomentar esta paixão, que repetidamente encobre com pretexto de zelo ou espiritualidade.
12º. Finalmente desempenha suas obrigações com precipitação, inobservância e distração.
Os tíbios, por não praticarem grandes males, nem fazerem grandes atos de virtude, desconhecem o próprio estado de frieza. Que deveriam fazer os tíbios para sair dessa situação? Procurem conhecer-se, desconfiem de si mesmos, despreocupem-se da própria reputação pública, mergulhem no amor de Nosso Senhor Jesus Cristo.


Fonte: “Espiritu de la congregacion de Misioneros Hijos del Inmaculado Corazon de Maria”, Padre Jose Xifre, C.M., Imp. de la S.E. de São Francisco de Sales, Madrid, 1892. s. p. – Extratos

Retirado de Arautos do Evangelho - Recife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário